A CARREGAR

Digita para pesquisar

Possível Solução ao problema dos Plásticos

Partilha

Hoje vamos falar em possíveis soluções ao problema do plástico e vamos ver também como o podemos tornar numa solução.

Durante este artigo existem três mensagens chave que te quero transmitir.

  1. O plástico não é o problema, mas sim a forma como o usamos.
  2. O plástico é um recurso incrível e pode resolver imensos problemas.
  3. Existe valor no plástico pois ele é um recursos incrível.

Posto isto deixa-me começar por te dizer que nem tudo no plástico mau, na verdade ele é um recurso incrível e pode ser transformado em imensas coisas.

Basta olharmos á nossa volta e vamos com certeza encontrar algo feito de plástico.

Garanto-te que o aparelho que estás a usar agora mesmo para ler este artigo contém plástico.

Assim como imensos outros artigos que usamos diariamente e muitos deles são capazes de salvar vidas!

Como por exemplo uma simples seringa, que é feita maioritariamente de plástico e que pode salvar a tua vida…

Posto isto, eu não vejo o plástico como o inimigo, vejo sim como um recurso capaz desempenhar múltiplas funções e de resolver imensos problemas.

A meu ver, a raiz do problema está sim na forma como usamos esses plásticos.

Artigo Relacionado: Não existe lixo!

“O plástico não é o inimigo, mas sim a forma como o usamos!”

David Vale

Não quero com isto dizer que o facto de existirem ilhas de plástico nos Oceanos não seja um problema, porque é um GRANDE problema!

O que quero dizer, é que a raíz do problema está na forma como usamos esses plásticos e não no plástico em si.

Pois usamos este recurso duma forma super descartável, num processo linear sem fim, que gera lixo, que gera um problema.

Para mim, o problema dos plásticos que enfrentamos hoje é na verdade um sintoma da forma como gerimos e consumimos recursos.

Visto que, num processo linear, quando algum objecto chega ao fim da sua vida útil ou após cumprir a sua função principal, ele deixa de ter uso e é ai que o “descartamos”.

Na minha opinião, o facto de usarmos este ou qualquer outro recurso de uma forma linear significa que vamos gerar um problema no final, pois estamos a deixar o “ciclo” aberto.

E algo que podemos aprender com a Natureza é que ela fecha sempre o ciclo, nada é usado numa forma linear, pois tudo o que morre serve para alimentar o novo.

Artigo Relacionado: Biodiversidade em tudo

possiveis_solucoes_na-natureza-nada-se-perde-tudo-se-transforma

Podemos aprender imenso observando a maneira como a Natureza gere os seus recursos.

Lá, não existem desperdícios nem existe lixo, pois tudo o que morre serve para alimentar algo novo.

A fruta que cai ao chão serve de alimento aos microorganismos que a vão decompor e transformar os nutrientes que compõem esse fruta, num formato que as plantas os conseguem comer.

O animal que morre, volta a ser “terra”, pois tal como a fruta, também vai ser decomposto de forma a que as plantas consigam captar esses nutrientes.

Tudo na natureza é cíclico onde não existe principio nem fim, pois todos os recursos são potencializados e não desperdiçados.

Artigo Relacionado: As 3 éticas da Permacultura.

“Vivemos num ciclo onde tudo é cíclico.”

David Vale

Vamos agora falar de Possíveis Soluções ao problema do uso de plásticos descartáveis.

1- Para começar, acredito que devemos “fechar a torneira”.

Ou seja, acredito que o primeiro passo seja Reduzir o consumo de plásticos descartáveis, agindo directamente na raiz do problema.

E para melhor expor esta primeira solução, vamos imaginar que chegavas a casa e que tinhas água por toda a parte.

Depois de uma primeira observação percebes que toda essa água vem da tua casa de banho e ao entrares vês que deixas-te a torneira aberta e a tua banheira está agora transbordar.

O que é que farias nesta situação?
Qual seria o teu primeiro passo?

Começarias por pegar numa esfregona e apanhar a água que tens por toda a parte?

Ou o teu primeiro passo seria abrir o ralo da banheira?

Ou, começavas a despejar a água da banheira a balde para a sanita?

Não certo?

Eu acredito que a primeira coisa que farias nesta situação seria fechar imediatamente a torneira da água, ou seja, atacavas directamente a raiz do problema.

De seguida acredito que abririas o ralo da banheira e por último apanhavas toda a água.

Consegues neste exemplo distinguir o problema do sintoma?

Teres água por toda a parte não é o problema, esse é o sintoma.

A raiz do problema era a torneira estar aberta, pois era de lá que saia a água.

Artigo Relacionado: O Problema é a Solução.

“Em cada mil pessoas que podam os galhos do mal há uma que tenta arrancá-lo pela raiz.”

Henry David Thoreau

Posto isto, “fechamos a torneira dos plásticos” reduzindo o consumo de plásticos descartáveis.

Isto é algo que todos nós já podemos fazer individualmente.

E estás a “fechar a torneira dos plásticos” sempre que:

  1. Tens a tua própria garrafa de água reutilizável.
  2. Recusas plásticos descartáveis sempre que possível.
  3. Dás preferência a embalagens/recipientes reutilizáveis.
  4. Compras “coisas” em avulso.
  5. Usas o teu próprio saco reutilizável sempre que vais ás compras.

Entre muitas outras formas…

Lembra-te que vivemos numa sociedade de “procura e oferta”, quer isto dizer que quanto menos procura de plásticos descartáveis existir, menos productos serão “embrulhados” neles.

Artigo Relacionado: Vota com o teu Euro.

Agora que já fechamos a “torneira dos plásticos”, podemos então começar a limpar a casa.

2 – A próxima possível solução é apanhar todos os plásticos que têm sido espalhados ao longo dos anos.

É agora que vamos apanhar todos os plásticos dos Oceanos e dos Continentes pois temos a torneira fechada e não serão “derramados” mais plásticos.

E para tal já existem inúmeros projectos incríveis a fazer a diferença.

No que toca á recolha de plásticos dos Oceanos, possivelmente o The Ocean Cleanup é um dos maiores projectos do momento.

Já quanto á recolha dos plásticos nos continentes, existem um sem número de projectos que recolhe plásticos tanto dos rios, como das praias, etc…

E se isto for algo que queiras fazer é bem possível que exista algum grupo na tua cidade, por isso faz a tua pesquisa e mete mão á obra.

É incrível ver a quantidade de pessoas a fazerem o que sentem que deve ser feito e a ajudarem a criar o Mundo em que querem viver.

Lembra-te que a recolha de todos estes plásticos faz sentido se fecharmos a torneira, caso contrário vamos sempre acabar com mais e mais plásticos nos oceanos e continentes.

E o passo da redução depende das escolhas de compra/consumo de cada pessoa individualmente, por isso faz a tua parte 😀

Artigo Relacionado: Torna-te na Solução.

Agora que procedemos á recolha de todo o plástico, temos de fazer algo com este recurso incrível, caso contrário só mudámos o problema de local….

3- Esta é a altura de fechar o ciclo de todo esse plástico apanhado e de o tornar útil uma vez mais.

E podemos fazer imensas coisas com todo este recurso.

Podemos criar productos novos que resolvam problemas e que tenham uma “longa vida” e que no fim dessa longa vida, possam voltar a ser transformados em algo novo.

Ou seja, esse plástico vai estar num ciclo “infinito” de utilidade.

E aqui o primeiro projecto que mais salta á vista é o Precious Plastic.

Este projecto open source, cria/inventa máquinas que podem ser construídas por qualquer pessoa ou comunidade, tornando a reciclagem a nível local numa realidade.

Uma outra possível solução passa por decompor o plástico e torná-lo num formato que as plantas o conseguem captar.

Pois bem vistas as coisas o plástico deriva do petróleo e este deriva de plantas.

Logo esta é também ela uma optima solução, sobretudo para plásticos que não sejam recicláveis.

E estão a ser descobertos fungos que fazem este trabalho, tornando o plástico em matéria orgânica e desta forma o ciclo da vida continua…

E estas foram algumas das possíveis solução ao problema dos plásticos que é na verdade um sintoma da forma como o usamos.

Não esperes que ninguém faça aquilo que sentes que deve ser feito.

Se tens alguma ideia que traga soluções a este problema, põe esse ideia em prático ou de nada serve se não a executares.

Os grandes projectos começam por pequenos passos.

Um Mundo melhor também depende de ti.

Torna-te Numa Solução 💪🌍

David Vale

A minha missão é expandir a consciência das pessoas, mostrando que existem mil e uma maneiras de fazer a mesma coisa, existem infinitas possíveis soluções para qualquer problema onde a criatividade é o limite. Sê a mudança que queres ver no mundo.

  • 1

Comenta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Ao publicar um comentário neste site, concordas com a politica de privacidade do site acerca de como os teus dados são guardados e geridos.
Artigo Anterior
Próximo Artigo
PS-logo-horizontal-b

Histórias Relacionadas